Croissant – o pão mais famoso do mundo

O croissant, cujo o nome significa “crescente”ou “meia-lua”, é um pão de massa folheada mais famoso do mundo. Existe uma “mitologia culinária” que conta que um padeiro do século XVII estava trabalhando em sua padaria (na cidade de Viena, em 1683, ou em Budapeste, em 1686) enquanto a cidade estava sitiada pelos turcos. Ele ouviu uns ruídos estranhos e depois de investigar se deu conta de que os turcos estavam cavando túneis para invadir a cidade.

Graças a ele, os túneis foram destruídos, e como prêmio deram-lhe os direitos exclusivos para vender uma massa com forma de meia-lua (o símbolo da bandeira turca), comemorativa do incidente. Essa história é considerada uma “mitologia culinária” porque a referência histórica mais recente é encontrada no ano de 1853, no livro Dez substâncias alimentícias, de Payen. Ele  cita os croissant entre os “pães de fantasia” ou “pães de luxo”.


brunch boutique

 

Foto – Liliane Daquino

 

Boutique do Brunch

Café da manhã mais caro do mundo

Você pagaria R$63 mil por um Croissant, café e coquetel? A refeição, oferecida pelos donos da marca francesa de bebidas alcoólicas Chambord, teve como objetivo promover a estréia em Londres da peça “Bonequinha de Luxo” (“Breakfast at Tiffany’s”), que ficou famosa depois de virar filme ganhador de Oscar com Audrey Hepburn, em 1961.

O super café da manhã inclui um croissant decorado com ouro comestível e diamantes, geléia artesanal de groselha, uma xícara de café de luxo (Kopi Luwak, da Indonésia, o mais caro do mundo), e, para finalizar, um coquetel com licor Chambord de framboesa e champagne.

chambord
Fazendo a linha puro luxo, a garrafa do licor é feita com ouro, diamantes e pérolas, avaliados em R$ 4,3 milhões. Perto desse valor, o preço do café da manhã parece até uma pechincha, não? Mas pensando bem, R$ 63 mil por um croissant com geléia?

Fonte – Época Negócios